Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
product
A iluminação tem o poder de valorizar ou depreciar um ambiente. Sua utilização de forma inteligente faz toda a diferença para que a arquitetura seja aproveitada ao máximo e passe a sensação de bem-estar aos usuários. E, dentro desse cenário, a figura do lighting designer pode ser crucial. A Rossi, atenta ao desenvolvimento do setor e alinhada ao que há de melhor no mercado, agora conta com esse profissional em sua loja de Itapema.

Ele está pronto para lhe ajudar na aquisição dos produtos que se encaixam com seus gostos e necessidades, bem como criar um projeto do zero e atendê-lo com dicas de um especialista. Antes de tudo, porém, o que é um lighting designer? 

É uma pessoa formada e estudiosa no conceito de aplicar a luz ambiente da melhor forma possível onde lhe é solicitado. Em uma tradução livre, seria o ‘desenhista de iluminação’. Ele ajuda a priorizar elementos, dando ênfase em certas áreas e minimizando outras, seja com fins estéticos ou funcionais. Ou, claro, encontrando o equilíbrio entre esses dois espectros para que você adquira as peças corretas. 

Considerando um conjunto de fatores, ele traz resultados visuais claros, seja em lugares internos ou externos. Itens como cores, aberturas e o uso de variados elementos fazem parte da equação que visa criar as condições para a entrada adequada de luz ambiente, harmonizando as áreas a partir da iluminação. 

As fontes de luz ideais podem distribuir as cores do ambiente de modo balanceado, fugindo dos exageros e dando ressignificação aos espaços. É necessário também se importar com a personalidade de quem vai usufruir o projeto, as particularidades da localização em questões culturais e climáticas, etc. Requer habilidades técnicas, muito conhecimento e, especialmente, sensibilidade. 

Isso porque construir esse design seguindo os pontos relevantes para atingir o melhor resultado é uma tarefa de percepção emocional e criatividade. Determinada fonte de luz pode reduzir a capacidade das pessoas reconhecerem as cores, prejudicando a identificação com o local, enquanto outras podem dar vida nova à arquitetura. Sempre, claro, tomando cuidado com os riscos de um excesso resultar em ruído visual. 

Todos os detalhes devem ser pensados com atenção e serem considerados não apenas por si, mas em relação às consequências podem causar em todo o sistema de iluminação. Os processos também são realizados com olhos na praticidade e na sustentabilidade, priorizando a luz natural ou a luz artificial de baixo consumo de energia. As escolhas do profissional são pautadas por esses pré-requisitos e, de tal forma, conseguem impactar positivamente um projeto. 

Arquitetos precisam levar em conta a entrada de luz ambiente e, nesses casos, fica visível o papel de um lighting designer. Ele aparece aproveitando os pontos fortes da entrada da luz ambiente, sabendo evitar problemas como o ofuscamento em caso de excesso, e combinando a artificial com a natural no ponto certo. 

E agora a Rossi Materiais Elétricos e Iluminação tem esse profissional à sua disposição, em nossa loja de Itapema, localizada na Avenida Nereu Ramos. Desde 1979 oferecendo as melhores soluções para o seu ambiente!