Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages
product

A luz pode não receber a atenção merecida em um projeto arquitetônico, mas ela tem um papel fundamental em ambientes internos e externos, para embelezar, dar evidenciar objetos e detalhes decorativos, luminosidade para trazer a sensação a ser passada e o estilo desejado. Ambientes bem iluminados e planejados tornam-se agradáveis e acolhedores, criando o clima necessário para trabalhar, estudar, descansar e se divertir.

Existe uma variedade de tipos de iluminação, mas no geral, ela é dividida em direta e indireta. A luz indireta está sendo reconhecida e usada cada vez mais em projetos de interiores, e a luz direta é bastante usada para dar mais luminosidade aos ambientes. Aqui vamos entender a diferença entre a luz direta e indireta, em quais ambientes é aconselhado usar cada uma e quais suas finalidades, seja na decoração ou para desempenhar uma função.

Luz indireta

A iluminação indireta não tem foco de luz, e por isso serve para iluminar de forma ampla, criando uma luz de ambientação que reflete na superfície e depois se amplia por todo o ambiente. E para isso, é recomendado que as superfícies que irão refletir a luz, sejam de cores claras. A luz indireta cria um ambiente aconchegante e confortável, por não incidir a luz de forma tão intensa quanto a direta. Outro benefício, é que ela não transmite muito calor, ou seja, não aumenta a temperatura do ambiente.

A iluminação indireta, pode ser utilizada de inúmeras maneiras. Você pode soltar a imaginação, inovar e criar projetos incríveis. Ela pode ser utilizada tanto para iluminar o ambiente interior, quanto no chão, no gesso ou no forro para dar luminosidade e criar um espaço mais acolhedor. A suavidade da luz indireta é o seu principal atrativo, pois o seu ofuscamento permite iluminar qualquer ambiente ou local que se deseja.

Luz direta

Como o nome indica, esse tipo de iluminação é qual a luz incide de forma direta aos objetos, dando a luminosidade por completo da lâmpada utilizada. Ela é frequentemente aplicada em salas comerciais, escritórios ou ambientes de estudo, justamente por serem locais que necessitam de maior claridade para leitura e uso de computadores. Por ser uma luz mais focada, também é utilizada para evidenciar alguns pontos da decoração, como quadros, painéis, plantas, entre outros objetos decorativos.

A luz direta pode ser usada em diversos ambientes, tudo depende de como à aplicar. Alguns exemplos de como aproveitar a iluminação da melhor forma é, no banheiro para iluminar o rosto, na cozinha para o preparo de alimentos e na cabeceira da cama para leitura. O importante é escolher os locais que são mais adequados para você.

O uso da iluminação direta-indireta combina os dois estilos de luz, e promove um efeito uniforme. Conciliar os dois tipos de iluminação é uma boa ideia para o seu projeto, mas cuidado para não deixar o ambiente muito escuro com o uso carregado da luz indireta.